Política dá início ao 3° dia de palestras
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Política dá início ao 3° dia de palestras

Redação

24 Outubro 2013 | 15h57

Por Bruna Almeida

Com a política como tema central no primeiro bloco, o terceiro dia de palestras da Semana Estado de Jornalismo apresentou aos universitários de todo o Brasil como é realizada uma cobertura na área, seus desafios, pressões e suas metodologias.

O diretor da sucursal do Estadão em Brasília, Marcelo Moraes, afirmou que o equilíbrio em uma cobertura política é essencial. O jornalista enfatizou que a posição política do veículo não deve, de forma alguma, influenciar a elaboração das matérias. Assim como a pressão feita por muitos candidatos deve ser deixada de lado quando um repórter cobre a área. “O nosso lado é o da notícia. Você tem que mostrar todos os lados”.

Já o fundador da ONG Contas Abertas, Gil Castello Branco, explicou o funcionamento da organização, que monitora a movimentação financeira do governo. Para ele, o acesso a informação é importante para elevar a qualidade de órgãos públicos e evitar a corrupção. “Os números não são nenhum mistério e ali estão informações preciosas”, disse. Além disso, ele acredita que é uma forma de realizar um controle social mais eficaz e garantir a participação das pessoas na rotina dos três poderes.

A diretora executiva do IBOPE, Márcia Cavallari Nunes, expôs aos universitários a importância das pesquisas eleitorais para a área. “A pesquisa é um diagnóstico do momento da campanha, não um prognóstico para o futuro”. Ela acredita que as pesquisas são sempre informações a mais que devem ser lidas dentro de um contexto para assim, fortalecer a democracia do país.