Saber (o que) fazer
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Saber (o que) fazer

Redação

13 Novembro 2010 | 17h41

Estaremos no banco de talentos do Estadão no dia 11 de dezembro, onde seremos expostos durante um ano. A um mês do fim do curso, preenchemos um formulário com nosso perfil profissional. Por meu nome ter vindo pronto quando nasci, foi fácil responder. Não vi problemas, também, em colocar minha formação e a experiência adquirida nos últimos dos 24 anos datados em meu RG. Agora, no item “predileções”… Uma interrogação tão pesada quanto meus mais de 90 quilos!

Foi um parto escolher uma profissão quando saí da escola. Sempre quis Jornalismo. Sempre, mas sem descartar o Direito. Rejeitei a advocacia e retornei ao sonho de ser jornalista. Relutante, cogitei Psicologia, Desenho Industrial e mais alguma possibilidade hoje esquecida. Passei em Filosofia e não fiz a matrícula. Voltei ao cursinho preparatório, cravando “Jornalismo” no cabeçalho do vestibular.

Faculdade, estágio, diploma, queda do diploma, trabalho e cá estou: certo de ter tomado a melhor decisão. E agora? Como seguir? Talvez, daqui a muito tempo, abrace alguma das opções antes preteridas, também. Ou não. Será? Novos partos.

Creio dividir essa angustia com colegas atuais e futuros. Gosto de política, música, televisão e futebol. De acompanhar o funcionamento dos motorzinhos da sociedade. Suas causas e consequências. Fiz Jornalismo por adorar ler e, principalmente, escrever sobre um monte de coisas. E sobre quais delas falarei nos próximos anos?

Entrei aqui no curso cheio de perguntas e sairei com outras várias. Várias e boas. Estendi meu leque de opções. Além das áreas preenchidas para daqui a 30 dias, percebi outras, imprescindíveis para os próximos 30 anos serem bastante divertidos. Mas como “saber fazer” tendo no meio um “o que”?  Fazendo bem feito. Tentando, pelo menos. Buscando ser feliz nisso tudo, sem vergonha do clichê. Deixando o “o que” nos escolher. Eu acho. Ou não. Será?

Gustavo Ferreira, de 24 anos, é formado em Jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie

Mais conteúdo sobre:

Gustavo Ferreira