Sem medo de ser piegas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sem medo de ser piegas

Redação

08 de dezembro de 2010 | 14h35

Sexta-feira acaba. Depois de mais de três meses convivendo diariamente, o dia inteiro, com 29 brilhantes jornalistas, hora de se acostumar à ausência deles.

Vim para São Paulo com receio. Pensava que, com tantas pessoas buscando o mesmo objetivo – crescimento profissional e, quem sabe, uma vaga no Grupo Estado –, a competição seria um empecilho que fatalmente surgiria para romper com a harmonia do grupo.

Estava errado.

A semelhança no que buscávamos tornou-se o principal elo, e a diversidade, nosso “champignon”, como diria Wilson Simonal.

Sexta-feira acaba. Sim, tudo será diferente. Mas, como certa vez disse a um dos integrantes desta “Família Foca”, diferente não significa pior. Agora, crescidos e mais preparados – e sempre ainda com muito a aprender –, voltamos ao “mundo real” em busca de novas realizações, porém, com uma diferença em relação a 1º de setembro: 29 companheiros para a vida toda.

Pensando bem, sexta-feira começa.

Tiago Rogero, de 22 anos, é formado em Jornalismo pelo Centro Universitário Newton Paiva, de Belo Horizonte

Tudo o que sabemos sobre:

Tiago Rogero

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.