As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Semana Estado de Jornalismo atrai estudantes de todo o Brasil

Carla Miranda

21 Outubro 2014 | 19h46

Por Ana Paula Mansur

Avião, ônibus, metrô, carona. No albergue, no hotel, na casa de parentes ou amigos. Valeu de tudo para vir a São Paulo e participar dos quatro dias da 22ª edição da Semana Estado de Jornalismo. Estudantes de todo o país se inscreveram para assistir às palestras do evento que, há mais de 20 anos, busca discutir temas relevantes para a formação dos futuros profissionais.

As alunas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) Nadjara Martins, de 21 anos, e Daisa Alves, de 24, quase não conseguiram comparecer ao ciclo de palestras. A faculdade das jovens apenas confirmou suas vagas na semana anterior ao evento. Como a viagem de ônibus de Natal para São Paulo ultrapassa os dois dias, elas tiveram que contar com a sorte de encontrar uma promoção de passagens aéreas de última hora.

Saindo do outro extremo do país, os alunos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Roberta Reis, de 21 anos, e Marcelo Carollo, de 24, puderam se programar com mais antecedência. O problema foi o horário do voo comprado. Eles acordaram de madrugada para conseguir pegar o avião de Porto Alegre à capital paulista, que saiu às seis horas da manhã: Apesar disso, os jovens ressaltaram que as palestras compensaram o esforço.

Até mesmo alguns moradores do estado de São Paulo tiveram que enfrentar o desgaste do deslocamento. Estudante da Centro Universitário de Araraquara (Uniara), Gustavo Teixeira viajou por seis horas para chegar à sede do jornal. Porém, ele não se mostrou incomodado com o cansaço. “Já é minha terceira participação na Semana Estado, então já estou acostumado com a distância e sempre vale a pena”, afirmou o estudante.