Três meses para pensar
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Três meses para pensar

Redação

01 Novembro 2010 | 08h14

Querendo ou não, entrar no curso significa tirar um intervalo de três meses da vida para cair de cabeça nessa experiência. Mudam o ambiente, as pessoas, a rotina… Mas, acima de tudo, são três meses para pensar.

Você acorda, pega o metrô, encontra os colegas e fala de jornalismo. Chega na sala, senta, abre o jornal e fala de jornalismo. E, no fim do dia, se o cansaço permitir, vai ao bar mais próximo tomar uma cerveja e… falar de jornalismo.

A nossa profissão pode ser tudo, menos fácil. Não podemos no dar ao luxo de ser levianos quando mexemos com informação e, portanto, com a vida das pessoas. Ter a oportunidade de imergir nisso e refletir a importância do que fazemos é essencial.

Dia 10 de dezembro podemos não sair daqui contratados, mas com certeza sairemos melhores. Afinal, tivemos três meses para pensar.

Paula Bianca Bianchi, de 23 anos, é formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Mais conteúdo sobre:

Paula Bianca Bianchi