As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Uso de ferramentas e plataformas digitais exigem novas habilidades dos jornalistas

Carla Miranda

21 Outubro 2014 | 19h39

Por Ana Cristina Mazeo

As novas formas de difusão de conteúdo oferecidas pelo avanço da tecnologia exigem do jornalista um tratamento diferente da informação e a escolha do formato mais adequado para contar uma história, explorando ao máximo as potencialidades do universo digital. Esse foi o tema da apresentação do jornalista Sérgio Ludtke, também coordenador do Master em Jornalismo Digital, organizado pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais (IICS), durante o primeiro dia de atividades da Semana Estado de Jornalismo.

Na avaliação de Sérgio, os profissionais que lidam com as novas plataformas devem desenvolver, cada vez mais, diferentes habilidades. “Hoje as redações necessitam de jornalistas que tenham domínio da cultura digital, com conhecimento dos recursos e possibilidades oferecidos pelas novas tecnologias e que pensem na experiência e no tipo de dispositivo que o leitor utiliza ao consumir informação”, destaca.

O jornalista também dá dicas de como os novos profissionais que estão se formando podem aproveitar melhor as ferramentas digitais para a construção de novas narrativas. Para Sérgio, independente do meio de comunicação, o primeiro passo é jamais deixar de lado os fundamentos básicos do jornalismo. “Além disso, é preciso conhecer o que a internet oferece de ferramentas e possibilidades e buscar se especializar em algumas delas, como o jornalismo de dados e ferramentas de visualização e tratamento de imagens, por exemplo.”