Xavier Bartaburu e as diversas facetas do jornalismo ambiental
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Xavier Bartaburu e as diversas facetas do jornalismo ambiental

Redação

12 de junho de 2015 | 21h00

Por Tiago Nicacio

“Jornalista ambiental precisa ter uma visão multidisciplinar.” O conselho de Xavier Bartaburu, dado a estudantes de jornalismo ávidos por dicas para uma carreira de sucesso, reflete bem sua trajetória. Editor-executivo da Revista Terra por sete anos, Bartaburu tem 15 livros publicados, coordena o site Viagem na Natureza, voltado para ecoturismo no Brasil, e integra a banda Nhambuzim, onde atua como compositor, pianista e diretor musical. Em todo seu repertório, no entanto, uma nota sempre se repete. “Não consigo me livrar do jornalismo, mesmo sendo músico”, brinca.

Um traço notório nos trabalhos de Xavier Bartaburu, seja qual for a plataforma, é o interesse pela identidade de lugares e pessoas. Pesquisador das tradições populares brasileiras, ele conta, em entrevista ao blog Em Foca, que o interesse no tema surgiu quando trabalhava na Revista Terra, publicação com foco em geografia, meio ambiente e viagens.

Xavier

A palestra de Xavier Bartaburu encerrou a 3ª Semana Estado de Jornalismo Ambiental

“As reportagens da Terra tinham muito essa pegada de ir para a natureza, visitar lugares mais remotos. Nessas localidades, as populações têm uma cultura riquíssima e estão mais imunes aos males da cidade. Acabei me relacionando com essas pessoas durante as viagens e me encantando com elas”.

Uma das reportagens de Bartaburu para a Revista Terra foi no Parque Nacional do Grande Sertão Veredas, na divisa de Minas Gerais com a Bahia. Inspirado pela prosa de Guimarães Rosa, o jornalista escreveu um retrato do lugar e de sua gente. A matéria foi publicada, mas não encerrou o assunto. Alguns anos depois, Bartaburu revisitou as experiências vividas no Sertão para lançar Rosário, disco de estreia da banda Nhambuzim.

“A música é mais uma ferramenta de transmissão do conhecimento. O que faço no Nhambuzim é um trabalho musical, mas também é um trabalho jornalístico”.

Criado em 2002, o grupo surgiu com o intuito de preservar tradições culturais do povo brasileiro, inserindo-as em um contexto contemporâneo. Além do Rosário, a banda também lançou o disco Bichos de Cá, voltado para o público infantil. A ideia do trabalho, que também inclui um livro, é vincular os animais a um ritmo autóctone da região onde vivem. Assim, o peixe-boi, por exemplo, tem uma canção própria no ritmo do carimbó, dança típica do Pará.

“É um disco mas também é um livro, então a criança ouve uma música sobre um animal e aprende ritmos da tradição popular brasileira”.

Ecoturismo. Bartaburu também utiliza a experiência acumulada em viagens pelo Brasil para coordenar o site Viagem na Natureza, que reúne informações sobre 70 destinos de ecoturismo no País.

“O objetivo é mapear cada destino de ecoturismo. No Parque Nacional da Serra da Capivara, por exemplo, entramos em contato com os operadores para localizar todas as ofertas turísticas: trilhas, cachoeiras, rafting. Hoje é o portal mais completo nesse sentido”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: