#08 Na Quarentena: Baco Exu do Blues conta como o confinamento lhe rendeu um álbum inédito
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

#08 Na Quarentena: Baco Exu do Blues conta como o confinamento lhe rendeu um álbum inédito

Clara Rellstab

02 de abril de 2020 | 17h00

O confinamento em decorrência do novo coronavírus é difícil, mas tem rendido frutos para a arte nacional. O rapper baiano Diogo Moncorvo, de 23 anos, mais conhecido como Baco Exu do Blues, é um desses exemplos.

Amanda Perobelli/Estadão

O músico lançou na última segunda-feira, 30, o disco inédito “Não tem bacanal na quarentena”, escrito e produzido em apenas três dias. Todas os beats e participações especiais foram enviadas virtualmente para o artista. Ele conta como foi este desafio no oitavo episódio do podcast “Na Quarentena”.

No quadro “Estadão Recomenda”, o repórter de política do Estadão e colunista da Rádio Eldorado, Pedro Venceslau, indica um livro e duas séries para você curtir no isolamento.

O podcast está disponível no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Deezer e no site do Estadão. Para encontrá-lo, basta procurar por Estadão Notícias no seu agregador favorito.

Tudo o que sabemos sobre:

baco exu do bluesna quarentenacoronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: