75 anos de ONU: que papel ela cumpre hoje? Ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

75 anos de ONU: que papel ela cumpre hoje? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

21 de setembro de 2020 | 00h10

A Organização das Nações Unidas completou 75 anos em 2020, e enfrenta um dos maiores desafios da sua história: o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Além disso, precisa lidar com a desconfiança de grandes nações, como Brasil e Estados Unidos, sobre a capacidade do órgão de gerir a crise na saúde. Nesta terça-feira, começam os debates na Assembleia-Geral, entre os líderes e representantes das mais de 190 nações que pertencem a ONU. O presidente Jair Bolsonaro deve repetir a defesa das ações de preservação do meio ambiente que fez no ano passado, e criticar a OMS pelo posicionamento diante da Covid-19. Esse encontro entre os países será feito de forma virtual pela primeira vez na história da ONU.

Afinal, o que esperar dessa Assembleia-Geral? O que representa esses 75 anos da ONU? Na edição de hoje, conversamos com o repórter do Estadão, Paulo Beraldo, que tem acompanhado os últimos encontros entre líderes mundiais na Organização das Nações Unidas.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: