A batalha contra pais que não vacinam os filhos; ouça no ‘Estadão Notícias’

A batalha contra pais que não vacinam os filhos; ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

16 de janeiro de 2020 | 05h30

Pais que optaram por não vacinar seus filhos passaram a ser alvos da Justiça. Tribunais pelo País têm obrigado que responsáveis façam a imunização das crianças. Segundo juízes e desembargadores, a saúde de menores de idade é garantida pela Constituição e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Ao mesmo tempo, o Ministério da Saúde mostra preocupação com a queda da cobertura vacinal e com a volta de algumas doenças tidas como erradicadas, como o sarampo. Por outro lado, as pessoas que não acreditam na eficácia das vacinas e temem efeitos colaterais, pedem para que o seu desejo de não imunizar os filhos seja respeitado. Afinal, qual é o tamanho do problema que estamos enfrentando? A Justiça deve obrigar a imunização?

Na edição de hoje, batemos um papo com a repórter do Estadão, Paula Félix, sobre esse embate nos tribunais do País. Conversamos também com a responsável pelo grupo do facebook “O Lado Obscuro das Vacinas”, para entender alguns dos motivos que levam os pais e responsáveis a não vacinarem as crianças.

 

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.