A ‘conversão’ de Felipe Neto: o youtuber politizado ; ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A ‘conversão’ de Felipe Neto: o youtuber politizado ; ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

06 de agosto de 2020 | 00h05

Um dos maiores youtubers do País, Felipe Neto, tem sido vítima de ataques pessoais e reais de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Após uma entrevista ao jornal “The New York Times”, em que faz duras críticas ao líder do Executivo, os xingamentos e “fake news” se intensificaram. O influenciador chegou a ter sua imagem relacionada à pedofilia por bolsonaristas que, inclusive, ganhou o apoio de parlamentares da base do presidente. Por outro lado, políticos da oposição e lideranças da sociedade civil saíram em defesa do youtuber. Hoje, Felipe Neto é um dos alvos preferidos da milícia digital formada para destruir reputações nas redes sociais.

Na edição de hoje, conversamos sobre o assunto com a colunista do Estadão e da Rádio Eldorado, Rita Lisauskas, que entrevistou Felipe Neto dois anos após escrever uma coluna em que tecia duras críticas sobre a conduta dele em seus vídeos. Ouvimos ainda a editora do BR Político e colunista do Estadão, Vera Magalhães, sobre o papel de Felipe Neto no debate público brasileiro.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: