A politização da vacina; ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A politização da vacina; ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

21 de outubro de 2020 | 00h10

Enquanto o mundo aguarda a chegada de uma vacina contra o novo coronavírus, os políticos resolveram usar o imunizante como plataforma de campanha. No Brasil, a Coronavac, produzida por uma empresa chinesa, em parceria com o Instituto Butantan, é considerada a mais avançada nas pesquisas. A frente do projeto está o governador de São Paulo, João Doria, que já se comprometeu com mais de 40 milhões de doses para serem distribuídas pelo país. No entanto, o governo federal, através do Ministério da Saúde, tem dificultado a aprovação da vacina, e se recusa a colocá-la na lista de imunizantes distribuídos pelo SUS. O argumento é que o produto não tem eficácia comprovada. Ao mesmo tempo, o governo federal vai na contramão do que dizem especialistas, e afirma que não vai tornar a vacinação contra a covid-19 obrigatória.

Afinal, o quanto a política pode prejudicar na imunização contra o novo coronavírus? A vacina deve ser obrigatória? Na edição de hoje, conversamos com a colunista do Estadão, Eliane Cantanhêde, e com a Dra. Monica Levi, presidente da Comissão de Calendários Vacinais da Sociedade Brasileira de Imunizações.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.