A queda de braço entre partidos e grupos de renovação; ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A queda de braço entre partidos e grupos de renovação; ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

16 de agosto de 2019 | 06h00

A relação de confiança entre eleitores e a classe política nunca foi das melhores no Brasil. Mas, a partir das manifestações de 2013, esse frágil vínculo sofreu um forte abalo. Havia uma agenda difusa, porém, com um denominador comum: uma intensa insatisfação com a representação política. A chegada da Lava Jato no ano seguinte, a polarização nas eleições e, posteriormente, o impeachment de Dilma Rousseff serviram como vórtice para ampliar a negação da política. Foi a partir deste contexto, com partidos combalidos, que movimentos de renovação se estruturaram, tais como MBL, Renova BR, Livres e Acredito.

Hoje eles possuem representação nos parlamentos estudais e federais. Tentam oxigenar a política por dentro. Nomes como o de Tabata Amaral ganharam protagonismo nacional. Não demorou, no entanto, para que certos dilemas da prática política viessem à tona: esses deputados são fiéis a seus partidos ou aos movimentos em que eles se formaram? Eles tiveram vantagens econômicas no processo eleitoral? Os partidos são para eles apenas “legendas de aluguel”? Faz sentido ser um parlamentar independente dentro do Legislativo?

 

Edição de hoje do “Estadão Notícias” conversa com o fundador de um desses movimentos, o empresário Eduardo Mufarej, que criou o Renova BR. Para entender melhor esse fenômeno, ainda colhemos a análise do cientista político Humberto Dantas.

 

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: