A volta do futebol em meio à pandemia; ouça no ‘Estadão Notícias’

A volta do futebol em meio à pandemia; ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

08 de junho de 2020 | 06h00

Na onda da reabertura gradual de algumas atividades econômicas, o futebol também pede passagem. Clubes, federações e a CBF já discutem um plano de retomada, que inclui medidas de higiene, distanciamento e sem a presença de público nos estádios. A pressão é grande, já que muitos clubes, que já viviam situação econômica difícil, viram suas receitas caírem drasticamente pela falta de verbas da TV, patrocinadores e a debandada dos sócios-torcedores. No mundo, alguns campeonatos já retornaram, como o Alemão. Outros, decidiram encerrar o torneio, como a França. Afinal, já é momento de pensar na retomada do futebol brasileiro?

Na edição de hoje, conversamos sobre esse assunto com Rinaldo José Martorelli, presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo, e com o editor de Esportes do Estadão, Robson Morelli. No quadro “Fique em Casa”, Renata Cafardo entrevista o Chef da Carlos Pizza, Luciano Nardelli, sobre como está encarando o período de quarentena e autoisolamento.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.