As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

ANÁLISE: Plano de Bolsonaro sobre armas vai atender os mais ricos; ouça no ‘Estadão Notícias’

Emanuel Bomfim

22 de outubro de 2018 | 06h00

Um dos temas centrais desta campanha, sem dúvida, é a segurança pública. E não é para menos: os índices de criminalidade e homicídios colocam o Brasil entre os países mais violentos do planeta. Mais até do que nações que estão em guerra. Só em 2017, mais de 60 mil pessoas foram vítimas de assassinatos no país, segundo dados compilados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Apresentar propostas que possam estancar um pouco do grave problema se tornou uma obrigação para os postulantes ao Palácio do Planalto. No caso do candidato Jair Bolsonaro (PSL), até pela sua formação militar, o plano de governo para esta área vem recheado de medidas enérgicas e polêmicas. Entre elas, o de abrandar o acesso às armas. Em relação ao petista Fernando Haddad, há uma preocupação em reformar as polícias e de voltar a discutir o papel dos Estados e da União.

 

Episódio de hoje analisa as diretrizes dos presidenciáveis para segurança numa conversa com Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, e o jornalista Roberto Godoy, especialista em defesa. Ouça no player acima.

 

Confira ainda nesta edição os comentários sobre o cenário político eleitoral com José Nêumanne Pinto.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

O ‘Estadão Notícias’ é um dos poucos podcasts disponibilizados na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: