Após mortes, crianças precisam de maior cuidado contra a Covid-19? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

17 de março de 2020 | 06h00

Uma informação da Organização Mundial da Saúde pegou todos de surpresa nesta segunda-feira. O diretor-geral da entidade revelou que a Covid-19 já atingiu crianças, inclusive levando algumas a óbito. Não há mais informações sobre essas crianças. Até ontem, o grupo de risco era formado por pessoas com mais de 65 anos ou indivíduos que possuem alguma doença crônica ou pré-existente, como diabetes. A informação da OMS gerou dúvidas e medo nos pais. Afinal, as crianças passam a pertencer ao grupo de risco? Quais os cuidados que é preciso ter com essa faixa etária? Além disso, a organização recomendou que os governos dos países realizem testes em massa para não deixar que qualquer pessoa com a doença seja notificada.

Na edição de hoje, um bate papo com o repórter do Estadão, Paulo Beraldo, que acompanhou a coletiva da Organização Mundial da Saúde. Conversamos também com o infectologista do hospital Emílio Ribas, Jean Gorinchteyn sobre as crianças e os riscos trazidos pela Covid-19.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.