Brasil acerta ao liberar remédios à base de maconha? Quais os seus benefícios? Ouça no ‘Estadão Notícias’

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil acerta ao liberar remédios à base de maconha? Quais os seus benefícios? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

04 de dezembro de 2019 | 06h00

Medicamentos que tem como base substâncias extraídas da planta da maconha foram autorizados, pela Anvisa, a serem comercializados em farmácias no Brasil. A compra só poderá ser feita através de prescrição médica. No entanto, o cultivo da matéria prima, ou seja, da cannabis, não foi aprovada, e por isso, o produto continuará sendo importado. Para quem precisa do Canabidiol ou do THC, a decisão é histórica. A medida pode ser vista como uma abertura ao uso recreativo da maconha? Quais os benefícios para as famílias que precisam desses medicamentos?

Na edição de hoje, ouvimos a história do Angelo De Munno Neto que administra o medicamento no filho Davi, convulsivo desde os primeiros meses de vida. Além disso, conversamos com Gabriel Barbosa, analista de Desenvolvimento Regulatório e Projetos Científicos da HempMeds Brasil.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Foto: Dave Chan/The New York Times

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: