Caso Pazuello: a nova crise entre militares e Bolsonaro; ouça no ‘Estadão Notícias’

Caso Pazuello: a nova crise entre militares e Bolsonaro; ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

25 de maio de 2021 | 00h10

Eduardo Pazuello parece ter vestido de vez a sua versão “política” em detrimento da sua posição militar. Neste domingo, em ato pró-Bolsonaro, no Rio de Janeiro, o ex-ministro da Saúde esqueceu que é um general da ativa do Exército brasileiro e participou de uma manifestação política, o que é proibido pelo regimento das Forças Armadas.

Com isso, se abriu mais uma crise entre o Alto Comando militar e o governo federal. O vice-presidente Hamilton Mourão, que é general da reserva, acredita que Pazuello não vai escapar de uma punição, e defende a ida do ex-ministro para a reserva, o que atenuaria a gravidade da sua ação.

No mundo político, a reação foi de revolta com a atitude de Eduardo Pazuello. Membros da CPI da Covid, da qual o ex-titular da Saúde é investigado, já falam em uma reconvocação do general, e defendem que ele vá sem qualquer habeas corpus para que seja responsabilizado por seus atos.

Afinal, o que pode acontecer com Eduardo Pazuello? Jair Bolsonaro abre mais uma crise com os militares? No episódio de hoje, vamos conversar sobre o assunto com o repórter especial do Estadão, Marcelo Godoy.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Julia Corá e Ana Paula Niederauer

Sonorização/Montagem: Moacir Biasi

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.