Centro pode rivalizar com Lula e Bolsonaro em 22? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Centro pode rivalizar com Lula e Bolsonaro em 22? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Por Barbara Rubira

06 de abril de 2021 | 00h10

O jogo eleitoral mudou depois que a decisão do ministro Edson Fachin tornou o ex-presidente Lula novamente elegível para 2022. Com isso, as chances de uma repetição do que aconteceu em 2018 ficaram maiores: a polarização entre o PT e a direita bolsonarista.

Enquanto isso, líderes de outros partidos e figuras de destaque na política tentam articular uma terceira via de candidatura. Legendas como DEM, PSDB e MDB intensificaram as conversas sobre as eleições de 2022 e subiram o tom no discurso de oposição ao presidente.

Na semana passada, um manifesto pró-democracia reuniu assinaturas de seis possíveis presidenciáveis: o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM); o apresentador de TV Luciano Huck; os ex-candidatos de 2018 Ciro Gomes (PDT) e João Amoêdo (Novo) e os governadores tucanos João Doria (SP) e Eduardo Leite (RS). 

Mas é possível que haja consenso entre todas essas forças políticas para articular essa terceira via? E essa candidatura tem força para bater de frente com Lula e Bolsonaro em 2022?

No episódio de hoje, conversamos com o repórter de política do Estadão Pedro Venceslau, e com o cientista político e coordenador do Blog Legis-Ativo, Humberto Dantas.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim 

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Ana Paula Niederauer e Bárbara Rubira

Sonorização/Montagem: Moacir Biasi

Tudo o que sabemos sobre:

eleições 2022centrão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.