As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Conexão Estadão’: A repercussão da aprovação no Senado do reajuste do Judiciário

Gustavo Lopes Alves

08 Novembro 2018 | 19h51

No ‘Conexão Estadão’ desta quinta-feira, 08, um dia depois de o Senado Federal aprovar um reajuste de 16,38% no contracheque dos magistrados do Supremo Tribunal Federal (STF), os ministros Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski disseram que o aumento é uma “reposição” parcial de perdas inflacionárias acumuladas ao longo dos últimos anos. Com a aprovação do reajuste, a remuneração dos ministros do STF – considerado o teto do funcionalismo público – passa de R$ 33.763,00 para R$ 39.293,32, um aumento de R$ 5.530,32.

Questionado por jornalistas se a decisão do Senado poderia ser vista como derrota para o novo governo, o general da reserva Augusto Heleno Ribeiro, que chefiará o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) de Bolsonaro, afirmou: “Não é derrota, é preocupação, até pelos gastos que foram anunciados, mas isso tem que ser muito bem estudado, avaliado, principalmente pelo doutor Paulo Guedes”.

Esta edição do ‘Conexão Estadão’ tem apresentação Emanuel Bomfim e comentários de Roberto Godoy, Pedro Venceslau, Silvia Araújo, editora do Broadcast, e Clarissa Oliveira, editora do Broadcast Político. O programa também é veiculado de segunda a sexta, sempre às 18h, na Rádio Eldorado (FM 107,3).