Conexão Estadão: Bancada evangélica dividida com escolha de Bolsonaro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Conexão Estadão: Bancada evangélica dividida com escolha de Bolsonaro

Gustavo Lopes Alves

06 Dezembro 2018 | 19h23

No ‘Conexão Estadão’ desta quinta-feira, 06, a pastora e advogada Damares Alves foi confirmada na chefia do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. A pasta deve ficar responsável pela Fundação Nacional do Índio (Funai), que havia sido considerada para ir ao Ministério da Agricultura pelo presidente eleito Jair Bolsonaro.

E ainda, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci disse, em depoimento à Justiça Federal do Distrito Federal, que o ex-presidente Lula negociou com o lobista Mauro Marcondes Machado, do setor automobilístico, pagamentos a Luís Cláudio Lula da Silva, seu filho caçula, para a aprovação de uma Medida Provisória que tinha como finalidade prorrogar incentivos fiscais de montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Esta edição do ‘Conexão Estadão’ tem apresentação Emanuel Bomfim e comentários de Roberto Godoy, Pedro Venceslau e Sílvia Araújo, editora do Broadcast. O programa também é veiculado de segunda a sexta, sempre às 18h, na Rádio Eldorado (FM 107,3).