As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Conexão Estadão’: “Moro já era um agente político quando estava fora da política”, diz Romero Jucá

Gustavo Lopes Alves

04 Dezembro 2018 | 20h27

No ‘Conexão Estadão’ desta terça-feira, 04, o presidente do MDB, Romero Jucá, declarou que Sergio Moro era um “agente político” mesmo antes de aceitar ocupar a pasta da Justiça no futuro governo de Jair Bolsonaro. Além disso, para ele, “um ministro é um agente político”. Em entrevista, o senador afirmou que seu partido está “reformulando seu posicionamento em todo o país” e que a postura da sigla no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), será “levar em conta o melhor para a sociedade brasileira”.

Romero Jucá também afirmou que o MDB ainda não lançou qualquer candidatura à presidência do Senado a partir de 2019. Para ele, no entanto, “a vaga é do MDB e vamos trabalhar para isso”. Jucá também falou sobre a extinção do Ministério do Trabalho, sua derrota nas eleições de 2018, e defendeu que a sanção do aumento do salário dos ministros do STF pelo presidente Michel Temer “não onera as contas públicas” por conta do teto dos gastos do Judiciário.

Esta edição do ‘Conexão Estadão’ tem apresentação Emanuel Bomfim e comentários de Pedro Venceslau e Andreza Matais, editora da Coluna do Estadão. O programa também é veiculado de segunda a sexta, sempre às 18h, na Rádio Eldorado (FM 107,3).