Editorial: A capacidade do TSE