Editorial: Quebrou-se o mito