As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Eleições 2018: É possível ter esperanças sobre o futuro do País? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Emanuel Bomfim

05 Outubro 2018 | 06h00

Neste domingo, 07, o brasileiro volta às urnas para ajudar a definir os rumos da gestão política do País. Tudo indica que a divisão já observada nas últimas eleições, deva prevalecer. Desta vez, porém, com um elemento novo, de discurso antissistema, encarnado pelo candidato Jair Bolsonaro (PSL). Do outro lado, o campo da esquerda segue representado pelo PT, ou melhor, pelos desejos de seu líder maior, Luiz Inácio Lula da Silva – hoje preso em Curitiba, mas extremamente ativo no processo eleitoral. Seu preposto da vez é Fernando Haddad. A retórica dos extremos parece ter ecoado com maior capacidade de aglutinação até agora. Afinal, como chegamos até aqui? Qual é a raiz que explica o atual contexto político? E, por fim, o próximo presidente terá capacidade de governar para todos? Episódio de hoje entra de cabeça nesta reflexão numa conversa com o editor executivo do Estadão, Alberto Bombig. Ouça no player abaixo.

Ainda no campo da análise eleitoral, vamos ouvir hoje a opinião da cientista política e professora da PUC de São Paulo, Vera Chaia.

 

Na série “De Olho Neles”, você conhece hoje a biografia e principais propostas do candidato do PSL e líder nas pesquisas, Jair Bolsonaro.

 

Confira também a coluna “Direto ao Assunto”, com os comentários de José Nêumanne Pinto. Hoje, ele critica o mantra do combate à polarização defendido por grande parte dos candidatos.