Eliane: “A palavra deveria ser ‘estabilidade’ mas Bolsonaro troca por ‘eleições conturbadas'”

Laís Gottardo

17 de maio de 2022 | 10h17

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar os lucros da Petrobras e disse que a empresa quer ser “campeã do mundo” após a estatal ter registrado lucro de R$ 44,5 bilhões no primeiro trimestre deste ano. “Todos têm que ter consciência, apertar o cinto, salvar o Brasil como fizeram todas as petrolíferas do mundo. Diminuíram seu lucro. Exceto a Petrobras Futebol Clube. Essa está preocupada em ser a campeã do mundo”, disse o chefe do Executivo federal. “Bolsonaro está com essa obsessão: em algum momento ele vai sacudir, de novo, a Petrobras. Está ameaçando e tumultua em vez de acalmar, dar segurança e estabilidade”, diz Eliane.

Sob forte pressão em ano eleitoral, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), sinalizou que vai colocar em breve em votação a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 63, que garante um benefício extra no contracheque de juízes e procuradores. No Congresso Brasileiro de Magistrados, na quinta-feira passada em Salvador (BA), Pacheco defendeu a volta do privilégio. Ontem, no Roda Viva, reafirmou o apoio e disse que pode ser, inclusive, o relator da proposta. “Enquanto o Executivo discute o reajuste de 5% para todo funcionalismo civil e militar, agora o Judiciário discute a volta do quinquênio. Todo mundo esfregando picanha na cara do povo brasileiro”, avalia Cantanhêde.

#PerguntePraEliane

Os ouvintes podem mandar perguntas para Eliane Cantanhêde pelas redes sociais da Eldorado e pelo WhatsApp no quadro #PerguntepraEliane. Para participar, basta encaminhar suas perguntas com essa hashtag para o perfil da Rádio Eldorado no Facebook, cujo endereço é facebook.com/radioeldorado. O perfil do Twitter é @eldoradoradio e do Instagram, @radioeldorado. O telefone para participar via WhatsApp é (11) 99481-1777.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Editorial Estadão”) para você ter acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.