Eliane: “A PEC é fundamental na estratégia e no ‘tudo ou nada’ do Bolsonaro”

Laís Gottardo

08 de julho de 2022 | 10h34

Com a desmobilização da base governista no plenário da Câmara, o Palácio do Planalto passou a temer que a oposição conseguisse derrubar a decretação do estado de emergência durante a análise dos destaques da PEC “Kamikaze”, que concede uma série de benefícios sociais às vésperas da eleição. Diante do quórum baixo, o presidente da Câmara, Arthur Lira, adiou a votação para a próxima terça-feira, dia 12. “Entre correr o risco de não aprovar e adiar, Lira adiou, para dar tempo de chacoalhar a base governista para se animem a votar e confrontem a oposição. É um descaramento que fica todo mundo boquiaberto como essas coisas podem acontecer no Congresso Nacional. A PEC é fundamental na estratégia e no ‘tudo ou nada’ do Bolsonaro”, opina Eliane.

O juiz federal Renato Borelli, da 15ª Vara da Justiça Federal em Brasília, foi alvo de ataques nesta quinta-feira (7/7) na capital. Enquanto dirigia, o veículo do magistrado foi atingido por fezes de animais, terra e ovos no início da tarde. Apesar do vidro dianteiro do carro ter ficado coberto com os dejetos e ter atrapalhado a direção, ele conseguiu conduzir o veículo até um local seguro e não ficou ferido. “A violência política está aumentanto, é um sinal ruim. O fato sobre o juiz pode ser só coincidência, mas pode não ser. As autoridades têm que entrar em ação, prender, reprimir e impedir que essas coisas ficam piorando”, diz Cantanhêde.

#PerguntePraEliane

Os ouvintes podem mandar perguntas para Eliane Cantanhêde pelas redes sociais da Eldorado e pelo WhatsApp no quadro #PerguntepraEliane. Para participar, basta encaminhar suas perguntas com essa hashtag para o perfil da Rádio Eldorado no Facebook, cujo endereço é facebook.com/radioeldorado. O perfil do Twitter é @eldoradoradio e do Instagram, @radioeldorado. O telefone para participar via WhatsApp é (11) 99481-1777.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Editorial Estadão”) para você ter acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.