Eliane: “Bolsonaro estava preocupado com a foto na Cúpula das Américas”

Laís Gottardo

10 de junho de 2022 | 11h02

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta que ficou “maravilhado” durante o encontro que teve com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, na Cúpula das Américas. Neste primeiro encontro com Joe Biden desde que o americano chegou ao poder, o presidente brasileiro repetiu o discurso de defesa da soberania da Amazônia, criticou a política do “fique em casa” para o combate à pandemia e disse que pretende terminar seu governo de modo democrático. “Bolsonaro estava mesmo preocupado com a foto – e ela ficou boa para ele, porque ninguém atacou ninguém, discutiu problemas sérios ou questões objetivas. Essas imagens em campanha são boas”, analisa Cantanhêde.

A porta-voz da ONU (Organização das Nações Unidas) para os Direitos Humanos, Ravina Shamdasani, criticou nesta sexta, 10, a demora no início das buscas do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips. Eles estão desaparecidos no Vale do Javari, no Amazonas, desde o último domingo.
“Dom Phillips estava fazendo uma reportagem, muito bem acompanhado de Bruno Araújo Pereira por décadas de dedicação à causa indígena. Não há nada de aventura”, diz Eliane.

#PerguntePraEliane

Os ouvintes podem mandar perguntas para Eliane Cantanhêde pelas redes sociais da Eldorado e pelo WhatsApp no quadro #PerguntepraEliane. Para participar, basta encaminhar suas perguntas com essa hashtag para o perfil da Rádio Eldorado no Facebook, cujo endereço é facebook.com/radioeldorado. O perfil do Twitter é @eldoradoradio e do Instagram, @radioeldorado. O telefone para participar via WhatsApp é (11) 99481-1777.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Editorial Estadão”) para você ter acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.