Eliane: “É como dar esmola e a pessoa usar para pedir empréstimo”

Laís Gottardo

05 de agosto de 2022 | 11h16

O empréstimo consignado a beneficiários do Auxílio Brasil, sancionado nesta quarta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro, não terá limite de taxas de juros cobradas. A medida ainda precisa ser regulamentada, mas instituições financeiras já fazem pré-cadastros com taxas de até 86% ao ano. Os maiores bancos privados do País, porém, devem ficar de fora das ofertas. “As pessoas que precisam de Auxílio Emergencial é porque estão passando fome e, com o empréstimo, pode ter aquela sensação de bem-estar, gasta o dinheiro e vai ter que consumir até R$ 160 do auxílio para pagar o empréstimo. E isso pode interferir na escolha do seu candidato”, opina Eliane.

Na véspera do fim do período das convenções partidárias, o ex-presidente e candidato do PT ao Palácio do Planalto, Luiz Inácio Lula da Silva, conseguiu formar o maior bloco partidário na disputa presidencial. O número de partidos na coligação é importante porque se traduz em maior tempo de propaganda e fundo eleitoral à disposição do candidato e também assegura capilaridade da busca por votos nos Estados. Além do PT, Lula tem apoio de sete siglas. Já o presidente Jair Bolsonaro tem a segunda maior aliança, com o PL e mais dois partidos. “Mais do que o apoio do Avante, Lula estava de olho no de Janones, que tem a força da internet. É bom para os dois – o deputado ainda não tem lastro pra concorrência à Presidência e, se Lula for eleito, ele certamente terá um lugar ao sol”, diz Cantanhêde.

#PerguntePraEliane

Os ouvintes podem mandar perguntas para Eliane Cantanhêde pelas redes sociais da Eldorado e pelo WhatsApp no quadro #PerguntepraEliane. Para participar, basta encaminhar suas perguntas com essa hashtag para o perfil da Rádio Eldorado no Facebook, cujo endereço é facebook.com/radioeldorado. O perfil do Twitter é @eldoradoradio e do Instagram, @radioeldorado. O telefone para participar via WhatsApp é (11) 99481-1777.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Editorial Estadão”) para você ter acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.