Eliane: “Imagina a festa de Bolsonaro com o ‘antes-e-depois’ da gasolina”

Laís Gottardo

07 de julho de 2022 | 10h05

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, renunciou ao cargo de líder do Partido Conservador, abrindo caminho para a escolha de um novo premiê. O anúncio foi feito em meio à grave crise política que levou à demissão de mais de 50 integrantes do governo nas últimas 48 horas. “Johnson é uma figura bem controversa, representa o tipo ‘bufão’. Era impossível permanecer este número de renúncias. O sistema parlamentarista resolve as coisas de maneira menos dolorosa, que minimiza as crises com uma via de deposição de quem não está indo bem”, diz Cantanhêde.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) editou decreto que vai determinar a divulgação dos preços dos combustíveis a partir do dia 22 de junho – um dia antes do mandatário sancionar lei que fixa teto de 17% para ICMS sobre combustíveis. A ordem foi publicada na edição desta quinta-feira, 7, no Diário Oficial da União. “Bolsonaro está tendo uma boa semana. Após a PEC da reeleição, agora tem mais este discurso: o preço da gasolina realmente despencou nas bombas. O que interessa é a fotinho da eleição. Imagina a festa que ele vai fazer com este ‘antes-e-depois'”, comenta Eliane.

#PerguntePraEliane

Os ouvintes podem mandar perguntas para Eliane Cantanhêde pelas redes sociais da Eldorado e pelo WhatsApp no quadro #PerguntepraEliane. Para participar, basta encaminhar suas perguntas com essa hashtag para o perfil da Rádio Eldorado no Facebook, cujo endereço é facebook.com/radioeldorado. O perfil do Twitter é @eldoradoradio e do Instagram, @radioeldorado. O telefone para participar via WhatsApp é (11) 99481-1777.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Editorial Estadão”) para você ter acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.