‘Estadão Notícias’: A chapa ‘triplex’ de Lula pode ter êxito?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: A chapa ‘triplex’ de Lula pode ter êxito?

Gustavo Lopes Alves

10 Agosto 2018 | 06h00

O PT e o PC do B, de forma surpreendente, anunciaram uma chapa composta por três elementos: Lula, Fernando Haddad e Manuela D’Ávila. Neste cenário, segundo explicação dos dois, a deputada gaúcha será vice de qualquer forma, e que o ex-prefeito de São Paulo será a voz do ex-presidente enquanto a justiça não define a situação eleitoral do petista. No entanto, existe um esforço do Partido dos Trabalhadores para manter o discurso de que Lula é o candidato, e que não há ‘Plano B’ sendo estudado. Mas, apesar do discurso, Fernando Haddad será avaliado pelo PT e poderá assumir a cabeça da chapa, assim que a situação do ex-presidente for decidida na justiça.

Para o cientista político da USP José Álvaro Moisés, o acordo feito pelos partidos não deixa dúvidas de que Haddad já foi escolhido para concorrer ao pleito deste ano. Jairo Pimentel, cientista político da FGV, acredita que a estratégia de colar a imagem de Lula ao seu pupilo Fernando Haddad pode ajudar na hora em que for necessário fazer a transferência de votos entre eles.

Na coluna “Direto ao Assunto” de hoje, José Nêumanne Pinto comenta o reajuste de 16,38% que os ministros do Supremo Tribunal Federal querem aprovar no próprio salário para 2019.

EFE/Fernando Bizerra Jr.