‘Estadão Notícias’: Antes erradicadas, doenças graves voltam a assustar o Brasil
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: Antes erradicadas, doenças graves voltam a assustar o Brasil

Emanuel Bomfim

16 Julho 2018 | 06h00

Antes impensável, o risco de surtos de doenças já erradicadas no Brasil aumentou consideravelmente. Os casos de sarampo, por exemplo, tem se multiplicado por alguns Estados do País. Já são 475 casos confirmados de sarampo neste ano no Brasil. A poliomielite também entrou na rota de preocupação do Ministério da Saúde. A explicação, segundo a Pasta, são as baixas coberturas vacinais, principalmente em crianças menores de 5 anos. Ao menos 312 municípios estão com cobertura abaixo de 50% para poliomielite. Você sabia que pais podem perder a guarda dos filhos se insistirem em não vacinar as crianças? O ato é ilegal porque a imunização está prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente. Conversamos sobre o assunto aqui no programa com o presidente da comissão de Direitos Infanto Juvenil da OAB-SP, Ricardo Cabezon.

Edição de hoje ainda traz a tradicional agenda econômica da semana, com os comentários da editora do Broadcast, Silvia Araujo. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central e a inflação medida pelo IPCA-15 são alguns dos temas que vão mexer com os próximos dias.

 

Você pode participar com sugestões e comentários em nossa produção de podcasts. Aguardamos o seu e-mail no seguinte endereço: podcast@estadao.com.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

O ‘Estadão Notícias’ é um dos poucos podcasts disponibilizados na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

(Foto: Gabriela Bilo/Estadão)