‘Estadão Notícias’: Bolsonaro exagera ou Macron é oportunista? Ouça análise no podcast
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: Bolsonaro exagera ou Macron é oportunista? Ouça análise no podcast

Emanuel Bomfim

28 de agosto de 2019 | 06h00

A complexa e grave situação das queimadas na Amazônia acabou por deflagrar uma crise diplomática entre Brasil e França. De um lado, Jair Bolsonaro, evocando a soberania do País e buscando emplacar a narrativa de que o inimigo agiria apenas por interesse próprio. Do outro lado, Emmanuel Macron, presidente francês, que vem tentando capitalizar para si a figura do líder mundial defensor das questões ambientais.

A imagem do Brasil foi seriamente colocada à prova perante a audiência global. Qual pode ser o tamanho do prejuízo? Macron, de fato, seria apenas um oportunista? Edição de hoje analisa o assunto numa conversa com o experiente jornalista Milton Blay, que vive há mais de 40 anos em Paris. Além de falar sobre a crise, a França e Macron, ele também analisa a ascensão da extrema direita na Europa, tema de seu mais novo livro, “A Europa Hipnotizada”.

 

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

(Foto: Yoan Valat/Reuters)

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: