‘Estadão Notícias’: Campanha publicitária vai salvar pacote anticrime de Moro?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: Campanha publicitária vai salvar pacote anticrime de Moro?

Emanuel Bomfim

04 de outubro de 2019 | 06h00

Governo federal lançou ontem (03) campanha publicitária para divulgar o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro. Projeto foi apresentado pelo ex-juiz há oito meses, mas até agora vinha sendo escanteado na lista de prioridades de Jair Bolsonaro. Tanto é que na Câmara ele já vinha sofrendo sérios abalos. A campanha será suficiente para salvar as propostas de endurecimento no combate ao crime? Por que os parlamentares não aderiram tão facilmente às bandeiras de Moro? Tecnicamente, o pacote vai mesmo ajudar a resolver os graves problemas na segurança pública do País?

Edição de hoje do ‘Estadão Notícias’ discute o tema com a participação do repórter do Estadão em Brasília, Mateus Vargas, e do especialista Rafael Alcadipani (FGV). Programa ainda entrevista o Capitão Augusto (PL-SP), relator do projeto na Câmara.

 

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

(Foto: Adriano Machado/Reuters)

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: