‘Estadão Notícias’: Existe uma falta de habilidade em lidar com bullying, diz psicóloga
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: Existe uma falta de habilidade em lidar com bullying, diz psicóloga

Emanuel Bomfim

23 Outubro 2017 | 06h00

Edição desta segunda-feira, 23, se aprofunda sobre o tema do bullying, após terrível caso que ocorreu na última sexta (20) em um colégio de Goiânia (GO). A psicóloga e psicanalista Glaucia Leal, entrevistada no programa, explica que os adolescentes muitas vezes não têm a estrutura psíquica, nem anatômica – do ponto de vista do cérebro – , para lidar com muitas frustrações. Para ela, existe, de uma forma geral, uma falta de habilidade dos pais e educadores ao lidar com o tema. Além de apresentar as causas que possam levar a atitudes drásticas, tais como a do autor dos disparos na escola em Goiânia, Glaucia dá algumas pistas para identificar e prevenir o bullying. Ouça no player abaixo.

No campo político, o ‘Estadão Notícias’ de hoje traça um panorama para a votação em plenário da 2ª denúncia contra o presidente Michel Temer. A operação de salvamento já foi plenamente deflagrada. É muito difícil ter qualquer surpresa a partir de agora. A preocupação do governo é como restabelecer capital político suficiente para propor novas metas. Entrevistado no programa, o sociólogo Rodrigo Prando (Mackenzie-SP) afirma que não existe agenda a longo prazo para Temer, mas apenas plano de manutenção no poder. Ele lembra, porém, que o desempenho econômico do País tem funcionado como único anteparo de sustentação deste governo e o que pode aliviar um pouco sua já desgastada imagem.

 

Para participar do programa com seu comentário ou sugestão, você pode mandar um email para: podcast@estadao.com

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

O ‘Estadão Notícias’ é um dos poucos podcasts disponibilizados na plataforma de streaming Spotify (conhecida pelo acervo musical). Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de buscas. Ou pode clicar diretamente neste link.

Fachada da escola onde crime ocorreu na última sexta (20), em Goiânia. (Foto: Dida Sampaio/Estadão)