‘Estadão Notícias’: Flamengo pode inspirar o governo brasileiro?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: Flamengo pode inspirar o governo brasileiro?

Emanuel Bomfim

29 de outubro de 2019 | 06h00

É muito comum se identificar os maus exemplos da política impregnados na gestão do futebol: corrupção, corporativismo e os mais diversos tipos de inconsequências administrativas. O que não significa que há espaço e vontade para transformações redentoras. É o caso do Flamengo, que vive um grande momento dentro e fora de campo.

As boas práticas do clube rubro negro podem servir de referência para um Brasil que teima derrapar nas suas crises políticas, econômicas e de gestão? Edição de hoje (29) do ‘Estadão Notícias’ faz este exercício comparativo contando com as participações do colunista Mauro Cezar Pereira, e das editoras do Broadcast, Silvia Araujo e Elizabeth Lopes.

 

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

Bolsonaro entrega uma blusa do Flamengo para o presidente da China, Xi Jinping (Foto: Yukie Nishizawa/AFP)

 

Tudo o que sabemos sobre:

Flamengofutebolpolítica

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: