‘Estadão Notícias’: Governo prega otimismo, enquanto oposição tenta atrasar votação
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: Governo prega otimismo, enquanto oposição tenta atrasar votação

Emanuel Bomfim

02 Agosto 2017 | 06h00

Edição desta quarta-feira, 02, entra no clima da votação que deve ocorrer hoje na Câmara sobre a admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer. Ouvimos um representante pró-Temer (deputado Baleia Rossi, líder do PMDB na Casa) e um membro da oposição (deputado Carlos Zarattini, líder do PT).

Na visão de Rossi, o risco de não ter quórum hoje é pequeno. “Não existe nenhuma justificativa razoável que o deputado possa dar para não enfrentar uma votação tão importante, que vai ter repercussão na economia e na estabilidade política. Acreditamos que os deputados estarão aqui”, declarou.  Já Zarattini afirmou que o PT tem interesse para que a votação ocorra hoje, mas defendeu que ela ocorra no período noturno. “Justamente para que todo o Brasil possa acompanhar pela televisão e pelo rádio o votos dos seus representantes”, argumentou. Ouça as entrevistas no player acima.

 

Para barra a denúncia, a base do governo precisa de, no mínimo, 172 votos. Já a oposição tem uma tarefa mais árdua. São 342 votos necessários para que Temer possa ser julgado pelo STF pelo crime de corrupção passiva.

 

Programa de hoje também avança na discussão e já coloca no horizonte o “pós-votação”. O governo pode sair fortalecido a ponto de aniquilar futuras denúncias e tentar implementar uma agenda positiva para o país? Ouça essa e outras reflexões ao longo desta edição do ‘Estadão Notícias’!

 

Para participar do programa com seu comentário ou opinião, mande um email para: podcast@estadao.com

 

Dia de hoje será bastante agitado na Câmara Federal (André Dusek/Estadão)