As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: Liberalismo de Paulo Guedes está em risco?

Gustavo Lopes Alves

16 de abril de 2019 | 06h00

A interferência do presidente Jair Bolsonaro na política de preço de combustíveis da Petrobrás foi criticada por economistas, principalmente aquele que seguem uma linha mais liberal, como o atual ministro Paulo Guedes. A decisão de Bolsonaro de segurar o valor do diesel foi apontada por seus apoiadores como uma medida para evitar uma nova greve dos caminhoneiros. No entanto, houve quem lembrasse que essa prática era usual no governo Dilma Rousseff, e que em prática, trouxe prejuízos à estatal. Para o ex-presidente do Banco Central Gustavo Loyola, a interferência de Bolsonaro mostra que o presidente não tem uma veia liberal, e que a decisão foi tomada à revelia da equipe econômica do governo. Segundo o economista, a medida traz menos garantia e segurança ao projeto liberal de Paulo Guedes.

Ainda no programa, o trágico incêndio que atingiu a Catedral de Notre-Dame, em Paris, na França. A torre mais alta do edifício desmoronou. Entretanto, os bombeiros declararam que a estrutura do prédio foi salva. De acordo com o Conselheiro de Cooperação e Ação Cultural da Embaixada da França no Brasil, Alain Bourdon, mais do que um prédio religioso e arquitetônico, Notre-Dame é um símbolo da história de Paris, e que seu estilo gótico inspirou poetas e romancistas.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Foto: Dida Sampaio/Estadão