‘Estadão Notícias’: Multas por irregularidades nas campanhas eleitorais é quase um faz-de-conta, afirma especialista
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: Multas por irregularidades nas campanhas eleitorais é quase um faz-de-conta, afirma especialista

Gustavo Lopes Alves

23 Agosto 2017 | 06h00

Edição desta quarta-feira, 23, fala sobre a reforma política que mais uma vez foi adiada, mas que contou com mudanças no texto por parte do relator da matéria Vicente Cândido (PT-SP). O deputado incluiu um artigo que prevê que devedores de multas eleitorais, sejam partidos ou pessoas físicas e jurídicas, poderão quitar esses débitos com desconto de 90% sobre o valor devido, desde que o pagamento seja feito à vista. Nós entrevistamos um especialista para falar sobre essa possibilidade. Ouça no player abaixo:

Code Embed: Cannot use CODE1 as a global code as it is being used to store 2424 unique pieces of code in 3351 posts

Ainda no programa, vamos falar de outra reforma que deve começar a ser debatida pelos deputados: a tributária. O texto do relator Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) estabelece a criação de dois tributos: o Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS), de competência estadual, e o Imposto Seletivo (IS), de competência federal. O IBS incorporaria impostos como ICMS e ISS, por exemplo. Além disso, falaremos sobre os políticos que estão com medo do telefone, com a editora da Coluna do Estadão Andreza Matais.

Para participar do programa com seu comentário ou sugestão, você pode mandar um email para: podcast@estadao.com

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

O ‘Estadão Notícias’ é um dos poucos podcasts disponibilizados na plataforma de streaming Spotify (conhecida pelo acervo musical). Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de buscas. Ou pode clicar diretamente neste link.

FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO