‘Estadão Notícias’: No templo da globalização, Bolsonaro será nacionalista?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: No templo da globalização, Bolsonaro será nacionalista?

Emanuel Bomfim

18 Janeiro 2019 | 06h00

A retórica nacionalista à la Donald Trump, tão presente nas inúmeras declarações públicas de Jair Bolsonaro até agora, terá espaço no Fórum Econômico Mundial, em Davos? Com a ausência de importantes líderes mundiais no encontro, como a do próprio presidente americano, o discurso do novo Chefe do Executivo brasileiro se tornou uma das principais atrações do evento. “Todos querem saber o que pensa o Brasil, o que pensa Bolsonaro”, descreve o correspondente do Estadão na Suíça, Jamil Chade, convidado do episódio de hoje.

Jamil fala não apenas sobre a expectativa da estreia internacional de Bolsonaro, mas também relata como o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, se tornou um dos protagonistas brasileiros no encontro que reúne a elite financeira internacional. O correspondente também resgata algumas curiosidades históricas do evento, que já teve Marcelo Odebrechet como co-presidente de Davos para América Latina, premiou o ex-presidente Lula como “estadista do ano” e ainda contou com patrocínio da Petrobrás para uma campanha sobre ética e transparência nos negócios.

 

Confira ainda nesta edição os comentários de José Nêumanne Pinto na coluna “Direto ao Assunto”.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

(Foto: Fabrice Coffrini/AFP)