‘Estadão Notícias’: O Mais Médicos sobrevive sem os cubanos?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: O Mais Médicos sobrevive sem os cubanos?

Diego Henrique de Carvalho

23 Novembro 2018 | 06h00

Por Haisem Abaki

Edição de hoje apresenta uma análise da situação do programa Mais Médicos com a decisão do governo de Cuba de retirar seus médicos do país após críticas feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro. O Mais Médicos consegue sobreviver sem os cubanos? Como ficará o atendimento sem esses profissionais, que representam a maior parte dos médicos participantes do programa?

Acompanhe um diagnóstico completo com detalhes sobre o funcionamento do Mais Médicos e aspectos legais e jurídicos do programa. Existe mesmo uma condição de trabalho escravo, como disse o futuro presidente? E o que pode acontecer com os cubanos que não quiserem deixar o Brasil? Além das consequências na saúde pública, nosso podcast também analisa a questão do ponto de vista diplomático. Vamos acompanhar as avaliações do supervisor do programa Mais Médicos na região do ABC, Daniel Carvalho Rocha, e do advogado Manuel Furriela, professor de Direito e Relações Internacionais da FMU. Ouça no player acima.

Confira ainda a análise política na nossa tradicional coluna “Direto ao Assunto”, com os comentários de José Nêumanne Pinto.

 

Milhares de médicos cubanos deverão deixar o Brasil até o dia 12 de dezembro. Foto: Dida Sampaio/Estadão

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.