‘Estadão Notícias’: O que dizem os prefeitos de cidades que podem acabar?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: O que dizem os prefeitos de cidades que podem acabar?

Emanuel Bomfim

07 de novembro de 2019 | 06h00

Extinguir municípios com menos de 5 mil habitantes. Essa é uma das propostas mais polêmicas presentes no pacote de medidas apresentadas pela equipe econômica do governo Bolsonaro. Além do critério populacional, entra também a arrecadação, que não pode ser menor do que 10% da receita total. A ideia que embasa a proposta é buscar maior eficiência no gasto público.

Qual será o real impacto se essa medida passar e milhares de cidades forem varridas do mapa? Edição de hoje (07) do podcast ‘Estadão Notícias’ foi ouvir alguns exemplos pelo Brasil. Ligamos para mais de 50 cidades que se encaixam no perfil. Na maior parte delas, as prefeituras mal atendiam as nossas ligações. Mas conseguimos falar com vários prefeitos, quase sempre descontentes com a proposta do governo. Ainda entrevistamos um especialista no assunto, o economista do Insper, Marcos Mendes.

 

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

Pacote econômico foi enviado ao Congresso na última terça-feira (Foto: Dida Sampaio/Estadão)

 

Tendências: