‘Estadão Notícias’: Temer foi vítima de violência, afirma Romero Jucá

‘Estadão Notícias’: Temer foi vítima de violência, afirma Romero Jucá

Gustavo Lopes Alves

29 de março de 2019 | 06h00

O ex-senador Romero Jucá foi entrevistado pelo Estadão e abordou temas como: Jair Bolsonaro, MDB, Michel Temer e reforma da Previdência. Crítico da justiça brasileira, por considerar algumas atitudes abusivas, o presidente nacional do MDB afirmou que apoia a Lava Jato, e que ele está à disposição para esclarecer os inquéritos dos quais é citado em delações premiadas. Romero Jucá considera que a prisão do ex-presidente Michel Temer foi uma violência e chamou a ação de “estapafúrdia”. Em relação ao governo de Jair Bolsonaro, o presidente do MDB acredita que as atitudes ainda estão pautadas pela campanha eleitoral. Conversamos com o repórter de política do Estadão, Pedro Venceslau sobre as declarações do emedebista.

Além disso, teceu elogios ao vice-presidente, Hamilton Mourão, e afirmou que vê o general como um aliado do governo e do país. Sobre a reforma da Previdência, o presidente do MDB acredita que ela está madura para ser votada, mas que existem pontos que o partido não concorda. Romero Jucá atribui a falta de empatia da população com os políticos, o fato de não ter se reelegido.

Acompanhe também a coluna ‘Direto ao Assunto’ com José Nêumanne Pinto.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.