Expresso: 25% dos brasileiros abaixo da linha da pobreza em 2020

Laís Gottardo

03 de dezembro de 2021 | 13h24

O pagamento do Auxílio Emergencial evitou, mesmo que apenas momentaneamente, um agravamento da miséria no País em 2020. Apesar da injeção bilionária de recursos extraordinários, praticamente um em cada quatro brasileiros ainda viveu abaixo da linha de pobreza no ano passado, quase 51 milhões de pessoas, segundo os dados divulgados pelo IBGE. Não fossem as transferências de renda, incluindo também programas estaduais e municipais complementares, os 10% mais pobres da população teriam sobrevivido com apenas R$ 13,00 por mês, o equivalente a R$ 0,43 por pessoa a cada dia.

Com a saída da delegada Dominique de Castro Oliveira do escritório da Interpol nesta quinta, o governo Jair Bolsonaro já acumula ao menos duas dezenas de mudanças na Polícia Federal em razão de divergências políticas com o governo e com a cúpula da corporação, ou de investigações que desagradaram ao Planalto. A delegada atuava há 16 meses na Interpol, cargo de indicação da direção. Internamente, colegas afirmam que ela era crítica à gestão do delegado-geral, Paulo Maiurino, e que assinou manifestação pública a favor do delegado Felipe Barros Leal, afastado do inquérito que investiga suposta interferência política de Bolsonaro na PF.

E ainda: o avanço da variante Ômicron do coronavírus pelo mundo e o primeiro teste de fogo de André Mendonça no STF. Ouça estas e outras notícias desta sexta-feira, 3, no “Eldorado Expresso”.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!
Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.