Expresso: Bolsonaro critica apoiadores que o atacam por recuo

Laís Gottardo

10 de setembro de 2021 | 13h30

Criticado por apoiadores por divulgar uma nota em que sinaliza um recuo em relação às ameaças ao Supremo Tribunal Federal, o presidente Jair Bolsonaro justificou a publicação do documento como uma espécie de antídoto à alta do dólar e ao preço dos combustíveis. Ao conversar com simpatizantes, na entrada do Palácio da Alvorada, nesta sexta-feira, 10, pediu que quem o ataca pela mudança de postura leia a nota com calma antes.

O recuo do presidente empolgou o mercado financeiro no fim da tarde desta quinta-feira, 9, mas pouco deve mudar o clima para avanço da agenda econômica no Congresso Nacional. Além disso, os agentes celebraram a trégua entre os poderes, mas não tiraram o olho dos “problemas reais” do Brasil, como a inflação, que com o resultado divulgado hoje pelo IBGE já beira os dois dígitos. Segundo apurou o Estadão/Broadcast, a decisão de Bolsonaro de fazer acenos ao ministro Alexandre de Moraes, até então seu alvo preferencial de ataques e a quem já chamou de “canalha”, é vista no Congresso Nacional como uma jogada de risco.

E ainda: a desmobilização de protestos de caminhoneiros bolsonaristas e os 20 anos dos atentados terroristas de 11 de Setembro. Ouça estas e outras notícias desta sexta-feira, 10, no “Eldorado Expresso”.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!
Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.