Expresso: Bolsonaro é internado para exames, após dores abdominais

Laís Gottardo

14 de julho de 2021 | 13h29

O médico Antônio Luiz Macedo, responsável por operar o presidente da República Jair Bolsonaro, em 2018, após a facada que sofreu durante a campanha eleitoral, está a caminho de Brasília para examiná-lo. Bolsonaro deu entrada no Hospital das Forças Armadas na madrugada desta quarta-feira, 14, para uma série de exames, após sentir dores abdominais. O chefe do Executivo já se encontra bem e sem dores. A informação foi confirmada pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria.

O empresário Francisco Emerson Maximiano, sócio da Precisa Comercialização de Medicamentos, investigado por suspeitas de fraude na intermediação da venda de vacinas contra a covid-19 ao Ministério da Saúde, tentou, em novembro de 2020, negociar um tipo de “vale-vacina” no mercado privado. Ao custo de R$ 1,9 mil por pessoa, o empresário oferecia um “seguro” que dava direito a duas doses de um imunizante.

E mais: Diretora da Precisa Medicamentos diz à CPI da Covid que a empresa não ofereceu a vacina Covaxin por US$ 10 a dose e que o governo mentiu ao citar o valor. Ouça estas e outras notícias desta quarta-feira, 14, no “Eldorado Expresso”.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!
Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.