Expresso: Boris Johnson renuncia e possibilita novo premiê britânico

Laís Gottardo

07 de julho de 2022 | 13h31

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, renunciou ao cargo de líder do Partido Conservador, abrindo caminho para a escolha de um novo premiê. O anúncio foi feito em meio à grave crise política que levou à demissão de mais de 50 integrantes do governo nas últimas 48 horas. Johnson confirmou o fim do governo em um pronunciamento à imprensa em frente à sede do governo, no número 10 de Downing Street, em Londres. Ele citou que foi uma vontade “do grupo parlamentar conservador” por um novo primeiro-ministro”.

A Câmara fez uma sessão deliberativa que durou um minuto na manhã desta quinta-feira, 7, numa manobra do presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), para acelerar a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Benefícios, também chamada de “Kamikaze”. A PEC, que concede uma série de benefícios sociais às vésperas da eleição, foi articulada pelo Palácio do Planalto com a base governista no Congresso.

E mais: a disputa do voto evangélico entre Lula e Bolsonaro e uma nova obrigação para os postos na divulgação dos preços dos combustíveis.  Ouça estas e outras notícias desta quinta-feira, 07, no “Eldorado Expresso”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.