Expresso: Brasil tem maior taxa de contaminação por covid em 18 meses

Laís Gottardo

26 de janeiro de 2022 | 13h35

O avanço da variante Ômicron já causa uma explosão de casos e internações no Brasil. Números do Observatório Covid Fiocruz atestam que em sete unidades da Federação a ocupação dos leitos de UTI covid-19 ultrapassa 80%; o Distrito Federal chegou ontem à ocupação máxima. Além disso, o País registrou ontem o maior número de mortes desde novembro e a maior taxa de transmissão do vírus desde julho de 2020. Para especialistas, o momento é de preocupação e de reavaliar as medidas de prevenção e de restrição de aglomeração.

Depois de atingir no ano passado o maior patamar desde 2015, a inflação começa o ano ainda sem sinal de arrefecimento. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) registrou uma alta de 0,58% em janeiro e, com isso, o acumulado em 12 meses subiu para 10,20%. O IPCA-15 é considerado uma prévia da inflação do mês. O maior impacto no índice do mês foi de alimentação e bebidas, com alta de 0,97%. Na sequência, aparecem as despesas de saúde e cuidados pessoais, com aumento de 0,93%, e de habitação (0,62%).

E mais: as dificuldades para obter benefícios do INSS e as investigações que atingem a maioria dos líderes do novo partido de Jair Bolsonaro. Ouça estas e outras notícias desta quarta-feira, 26, no “Eldorado Expresso”.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!
Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.