Expresso: Câmara ouve Braga Netto sobre ameaça às eleições dia 17

Laís Gottardo

23 de julho de 2021 | 13h32

Pivô de mais uma crise envolvendo ameaça às eleições, o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, deverá apresentar suas explicações à Câmara dos Deputados no dia 17 de agosto. A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Casa já tinha aprovado, na semana passada, um convite para que o general explique uma nota do Ministério da Defesa com ataques aos trabalhos da CPI da Covid. Agora, depois de reportagem do Estadão revelar que Braga Netto mandou recado ao presidente da Câmara, Arthur Lira, por meio de um interlocutor político, avisando que não haverá eleição em 2022 se a PEC do voto impresso não for aprovada, a ameaça será incluída na audiência da Comissão.

Em meados de junho, o comando da Polícia Federal (PF) determinou às superintendências da corporação nos Estados que encaminhassem todas as denúncias de fraudes recebidas ou apuradas desde 1996, quando o Brasil adotou a urna eletrônica. Um mês depois, no entanto, a PF se recusa a dizer se recebeu ou não alguma apuração sobre possíveis fraudes nas urnas. O presidente Jair Bolsonaro e ministros do seu governo têm tentado pôr em dúvida a confiabilidade do sistema eletrônico.

E ainda: o rompimento da fabricante da vacina Covaxin com a empresa que a representava no Brasil e a cerimônia de abertura da Olimpíada de Tóquio com mensagem de inclusão e igualdade. Ouça estas e outras notícias desta sexta-feira, 23, no “Eldorado Expresso”.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!
Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.