Expresso: Corredores humanitários levam ucranianos somente a território russo

Laís Gottardo

07 de março de 2022 | 13h29

A Rússia disse que militares interromperam fogo e abriram corredores humanitários em várias cidades ucranianas nesta segunda-feira, mas os canais de retiradas de civis levam apenas para território russo e para seu aliado, Belarus, um movimento imediatamente denunciado por Kiev como “um golpe imoral.” O anúncio veio após dois dias de cessar-fogo fracassado para permitir que civis fugissem da cidade sitiada de Mariupol, onde centenas de milhares de pessoas estão presas sem comida e água, sob bombardeio implacável e incapazes de retirar seus feridos.

Um dia após a divulgação de que aliados europeus consideram banir importação de petróleo e gás natural da Rússia, como retaliação à invasão à Ucrânia, as Bolsas operam em baixa na Europa e fecharam em queda na Ásia nesta segunda-feira, ao mesmo tempo que o dólar amplia alta ante rivais. No domingo, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, afirmou que Washington está em “discussões muito ativas” com governos europeus sobre o possível banimento de importações de petróleo e de gás natural da Rússia. A declaração ajudou o petróleo tipo Brent – negociado em Londres e o padrão utilizado pela Petrobras – a saltar para quase US$ 140 por barril durante a madrugada.

E mais: o fim do uso obrigatório de máscaras no Rio e um alerta sobre os riscos dos anti-inflamatórios à saúde. Ouça estas e outras notícias desta segunda-feira, 7, no “Eldorado Expresso”.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!
Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.